Visita Guiada ao Centro Histórico num Tuk Tuk

Visita Guiada ao Centro Histórico num Tuk Tuk

Venha descobrir o Porto num Tuk Tuk, visitaremos os principais pontos da cidade, os bairros mais antigos e por fim atravessaremos o rio para vislumbrar a maravilhosa paisagem sobre o Porto e o rio Douro.

Itinerário
Este é o itinerário normal do produto

Para em: Sé Catedral do Porto, S/Nº Terreiro Se 3 Centro Histórico, Porto 4050-573 Portugal

Construção do século XII / XIII, em estilo românico, que foi sendo ampliada e renovada ao longo dos anos até à sua configuração definitiva, no século XX, resultando numa reconstituição idealizada da catedral medieval. Destacam-se: a capela gótica de São João Evangelista e o claustro, do século XIV; a ampliação da capela-mor, da Capela do Santíssimo Sacramento e o seu altar de prata, do século XVIII (maneirista); os frescos barrocos do século XVIII na capela-mor e sacristia, de Nicolau Nasoni, e os azulejos do claustro, de Vital Rifarto; a escultura na Capela do Baptismo, de Teixeira Lopes (pai) do século XIX.

Duração: 10 minutos

Para em: Pelourinho Sé Catedral Porto, Terreiro da Sé, Porto 4050-573 Portugal

No seguimento da política nacional implementada pelo Estado Novo, a antiga Direcção-Geral de Edifícios e Monumentos Nacionais procedeu à demolição dos edifícios envolventes à Sé (Catedral), Casa do Cabido e Paço Episcopal, tarefa terminada em 1940. Em sua substituição foi construído um terreiro lajeado e para seu adorno a Câmara Municipal do Porto mandou executar um pelourinho, reconstituição de uma gravura de 1797, procedendo à sua colocação em 1945.

Duração: 5 minutos

Para em: Paço Episcopal, Terreiro da Sé, Porto 4050-573 Portugal

Provavelmente foi construído no século XIII, embora possa ser fundado numa construção mais antiga.
Em 1737 foi remodelado; as mudanças foram desenhadas por Nicolau Nasoni, segundo alguns autores.
A fachada principal é aberta em arco pleno ladeado por pilares e encimado por frontão decorado.
A janela central tem balaustrada de pedra e o frontão - que ultrapassa o entablamento - revela o escudo do Bispo D. Rafael de Mendonça.
As fachadas laterais apresentam janelas igualmente emolduradas com magníficos frontões.

Duração: 5 minutos

Para em: Estação Ferroviária de São Bento, Praça Almeida Garrett, Porto 4000-069 Portugal

Situada no centro da cidade e construída no início do século XX, possui uma cobertura em vidro e ferro fundido da autoria do arquitecto Marques da Silva. O átrio é revestido com vinte mil azulejos narrativos do pintor Jorge Colaço.

Duração: 10 minutos

Passa por: Avenida dos Aliados, Av. dos Aliados 266, 4000-010 Porto, Portugal

A praça tem origem no início do século XVIII. Foi em 1718 que teve início um projeto de urbanização da região, que resultou na criação de novas ruas e de uma ampla praça, conhecida como Praça Nova. A praça foi inicialmente limitada pelas muralhas medievais da cidade e por palácios urbanos, todos agora demolidos.

Passa por: Praça de Carlos Alberto, Porto 4050-158 Portugal

Durante séculos foi designada por Praça dos Ferradores, onde aí funcionavam as suas oficinas. No século XVIII, o Palácio de Viscondes de Balsemão foi edificado na parte oriental da Praça. Posteriormente alugado, serviu de residencial e acolheu o rei Carlos Alber da Sardenha que veio exilado para o Porto. Em sua homenagem, a Praça leva seu nome atual. No centro do jardim, um monumento de Henrique Moreira relembra os portugueses falecidos durante a Grande Guerra de 1914-18.

Para em: Fonte dos Leoes, Praca Gomes Teixeira 10, Porto 4050-290 Portugal

A Fonte dos Leões (português: Fonte dos Leões), é uma fonte do século 19 construída pela empresa francesa Compagnie Générale des Eaux pour l'Etranger. Fundida pela fundição Val d'Osne na França, é uma cópia, em grande parte, da fonte da Praça da Câmara Municipal de Leicester, em Inglaterra

Duração: 5 minutos

Para em: Igreja dos Carmelitas, Rua Carmo Vitória, Porto 4050-164 Portugal

Igreja do século XVII cuja fachada clássica data da década de 1850. O projeto foi atribuído ao arquiteto / pintor Nicolau Nasoni. O retábulo, de estilo rococó portuense, foi considerado uma peça estilisticamente revolucionária. Edifício designado monumento nacional.

Duração: 5 minutos

Para em: Igreja do Carmo, Rua Carmo, Porto 4050-164 Portugal

Igreja construída na segunda metade do século XVIII. Pela sua arquitectura e talha interior é considerado um dos edifícios mais notáveis do rococó portuense. Em 1912, sua fachada lateral foi revestida de azulejos. Os desenhos desses azulejos são da autoria de Silvestre Silvestri. São composições figurativas alusivas ao culto a Nossa Senhora. Edifício designado monumento nacional.

Duração: 5 minutos

Passa por: Jardim de João Chagas, Campo dos Mártires da Pátria, Porto 4050-368 Portugal

Mais conhecido por Jardim da Cordoaria, este jardim chama-se Jardim João Chagas desde 1924. O nome pelo qual é mais conhecido deve-se à actividade dos cordoeiros que aqui permaneceram - na nova corda - durante cerca de 200 anos. No século XIX, a Câmara Municipal decidiu transformar a Praça da Cordoaria em espaço público. O projeto, do paisagista alemão Emile David, foi construído em 1865/1866. No jardim encontram-se as estátuas de Ramalho Ortigão e António Nobre e um conjunto de esculturas de Juan Muñoz de 2001, bem como "O rapto de Ganímedes" (Rapto de Ganímedes). No âmbito do Porto 2001, Capital Europeia da Cultura, este jardim sofreu uma remodelação.

Passa por: Antiga Cadeia da Relação, Campo dos Mártires da Pátria, Porto 4050-368 Portugal

Edifício em granito, datado de 1582, reconstruído em 1767 em estilo neo-clássico, segundo projecto do arquitecto Eugénio dos Santos, por iniciativa de João de Almada e Melo e financiado pela Companhia Geral da Agrigultura das Vinhas do Alto Douro. Apresenta uma sequência geométrica de janelas (103 ao todo). Este edifício de forma poligonal apresenta 4 fachadas, duas das quais relacionadas com as suas funções principais: a fachada principal, na Rua de São Bento da Vitória, permite a entrada no sector do Tribunal. A outra fachada, aberta para o Jardim da Cordoaria, foi anteriormente construída para passagem direta de reclusos e é atualmente a entrada principal do edifício. Camilo Castelo Branco, que foi um dos escritores mais famosos de Portugal e foi acusado de adultério, assim como o famoso Zé do Telhado que foi acusado de roubo foram mantidos aqui. Entre 1999 e 2002 o edifício foi restaurado sob a direção de Eduardo Souto de Moura e Humberto Vieira, passando a ser o atual Centro Português de Fotografia, incluindo um centro de exposições.

Para em: Torre dos Clérigos, R. de São Filipe de Nery, Porto 4050-546 Portugal

A Igreja dos Clérigos é uma igreja barroca da cidade do Porto, em Portugal. A sua alta torre sineira, a Torre dos Clérigos, avista-se de vários pontos da cidade e é um dos seus símbolos mais característicos.

Duração: 10 minutos

Passa por: Mosteiro de São Bento da Vitória, R. de São Bento da Vitória 45, 4050-139 Porto, Porto 4050-139 Portugal

Datado do final do século XVI, foi declarado Monumento Nacional em 1977, sendo um dos edifícios religiosos mais importantes da cidade. Entre 1985 e 1990, o IPPAR submeteu o Mosteiro a restauro, permitindo a sua ocupação pelos monges beneditinos, a Orquestra Nacional do Porto e o Arquivo Distrital do Porto.

Passa por: Igreja Paroquial de Nossa Senhora da Vitória, R. de São Bento da Vitória 2A, Porto 4050-633 Portugal

A igreja começou a ser construída em 1755, por iniciativa do bispo D. Frei António de Sousa, e foi concluída em 1769. Foi bastante danificada durante o Cerco do Porto e também por um incêndio em 1874 que destruiu o seu altar-mor. Destaque para a talha dos altares, púlpitos e sanefa do arco principal, desenhada e produzida pelos mais destacados artistas do rococó portuense - Francisco Pereira Campanhã e José Teixeira Guimarães.

Para em: Miradouro da Vitória, Rua de São Bento da Vitória 11, Porto 4050-543 Portugal

Do largo junto a esta igreja, pode-se desfrutar de uma interessante vista sobre a Sé e o Paço do Bispo, sobre as casas da freguesia de Vitória, bem como sobre o rio Douro, a Ponte D. Luís I e a margem do rio Gaia.

Duração: 10 minutos

Passa por: Praça da Liberdade, Avenida dos Aliados Baixa do Porto, Porto 4049-066 Portugal

Esta ampla avenida, ladeada por um conjunto de edifícios dos anos 20 e 40, é encerrada a sul pelo edifício das Cardosas (século XIX) e a Norte pela Câmara Municipal. No centro da Praça da Liberdade, ergue-se a estátua do rei D. Pedro IV, inaugurada em 1866.

Passa por: Monumento a Dom Pedro IV, Porto Portugal

Realizada por Célestin Anatole Calmels (escultura) e Joaquim da Costa Lima (arquitetura), esta estátua foi inaugurada em outubro de 1866. O monumento é constituído por uma base sobre a qual se ergue o pedestal de dois lados. Uma das superfícies mostra a doação do coração de D. Pedro aos representantes do Porto, e a outra representa a chegada ao Mindelo. A estátua que fica no pedestal, fundida na Bélgica, representa D. Pedro oferecendo o foral constitucional à cidade.

Para em: Livraria Lello, Rua das Carmelitas 144 Vitória, Porto 4050-161 Portugal

O edifício onde hoje se encontra a biblioteca foi inaugurado em 1906. Destaque para a sua bela fachada Art Nouveau com pormenores neogóticos. No interior, a biblioteca está decorada com gesso pintado a imitar madeira e apresenta uma magnífica escadaria que a liga ao piso superior - uma das primeiras obras em betão armado do Porto. Também digna de atenção é a enorme clarabóia de vitral, com o monograma e lema da biblioteca: 'Decus in Labore'.

Duração: 10 minutos

Passa por: Centro de Congressos da Alfândega, Rua Nova da Alfandega, Porto 4050-430 Portugal

Edifício neoclássico, construído no século XIX, segundo projeto do engenheiro Jean F. G. Colson. Possui duas fachadas, uma voltada para o rio Douro e outra voltada para a cidade. Note as soluções estruturais que recorreram à utilização do ferro em conjunto com outros materiais - pedra, tijolo ou madeira - em função da funcionalidade dos diferentes espaços. Em 1987, decidiu-se acolher o futuro Museu dos Transportes e Comunicações, no edifício pertencente à Associação com o mesmo nome.

Passa por: Igreja de São Francisco, Rua do Infante Dom Henrique, Porto 4050-297 Portugal

O mais importante templo gótico da cidade, cuja construção teve início no século XIV. É uma das obras mais importantes do Barroco, pelo seu interior dourado dos séculos XVII e XVIII. Foi a exuberância de sua talha dourada que levou o conde Raczinsky a descrevê-la como a "Igreja de Ouro". E, emocionado, acrescenta: 'A corporação desta igreja é tão bela e rica que vai muito além de tudo o que tenho visto em Portugal e em todo o mundo'. Vale destacar a Árvore de Jesse, assim como as catacumbas. É um Monumento Nacional desde 1910 e Patrimônio Cultural da Humanidade pela UNESCO desde 1996.

Passa por: Palácio da Bolsa, Rua Ferreira Borges, Porto 4050-253 Portugal

Monumento Nacional, o Palácio da Bolsa é propriedade e sede da Associação Comercial do Porto. Foi desenhado por Joaquim da Costa Lima em estilo neoclássico em 1842. Situado no centro histórico, é um dos monumentos mais visitados sendo o famoso Salão Árabe o seu grande destaque. Centro Cultural e de Conferências, o Palácio da Bolsa é um espaço com condições únicas para a realização de eventos e excelentes iniciativas. Incluído na Rota Urbana do Vinho. Acessível para pessoas com mobilidade reduzida através de uma entrada lateral.

Passa por: Jardim do Infante Dom Henrique, Rua Infante Dom Henrique, Porto 4050-298 Portugal

Existente desde 1885, esta praça está rodeada pelo Mercado Ferreira Borges e pelo Palácio da Bolsa, situado no centro histórico.
Aqui encontra-se um pequeno jardim, sob o qual foi construído um parque de estacionamento subterrâneo e um Monumento ao Infante D. Henrique, inaugurado por ocasião do 5º centenário da sua morte. A sua construção começou em 1894, foi concluída em 1900 e representa o triunfo da navegação e fé portuguesas.

Passa por: Mercado Ferreira Borges, R. da Bolsa 19 Rua Ferreira Borges, Porto 4050-253 Portugal

Este mercado foi construído em 1885, por despacho da Câmara Municipal, para substituir o antigo Mercado da Ribeira. Funcionou como mercado durante um período de tempo muito curto, tendo sido utilizado para diversos fins. Representa um importante exemplo da arquitectura do ferro no Porto, que mais tarde foi remodelado para se tornar um espaço de entretenimento, onde agora se encontra o Hard Club.

Passa por: Ponte de Dom Luís I, Pte. Luiz I, Porto Portugal

Projetada pelo engenheiro Teófilo Seyrig, discípulo de Eiffel, foi inaugurada em 1886 e é composta por dois tabuleiros de ferro sobrepostos. A ponte tem 395 metros de comprimento e 8 metros de largura, e seu arco ainda é considerado o maior do mundo em ferro forjado. Hoje em dia o pavimento superior é utilizado pelo Metro do Porto, ligando a zona da Sé do Porto ao Jardim do Morro e à Avenida da República em Vila Nova de Gaia.

Para em: Mosteiro da Serra do Pilar, Largo de Aviz Próximo à Ponte Dom Luís I, Vila Nova de Gaia 4430-329 Portugal

Património da Humanidade, começou a ser edificado em 1538, tendo sido concluído apenas por volta de 1670. No início foi criado para acolher os Frades Agostinianos do Mosteiro de Grijó. Mais tarde, durante a Guerra Civil de 1832-1834, o exército liberal instalou-se no mosteiro. Em resultado da guerra e dos constantes ataques que sofreu, ficou num terrível estado de abandono e abandono, até em 1834 com a criação da Real Irmandade da Senhora do Pilar, e posteriormente do Grupo de Amigos do Mosteiro da Serra do Pilar, em 1925, todo o edifício foi recuperado. A igreja, de planta circular, tem a cúpula rodeada por uma varanda; o claustro também é circular, com 36 colunas jônicas, único exemplar em Portugal. Do seu grande terraço avista-se toda a zona ribeirinha do Porto e Gaia até à Ponte da Arrábida, e o centro histórico, com destaque para a Sé Catedral e a ponte D. Luís I. No sentido oposto avista-se a zona das Fontainhas e a ponte de São João.

Duração: 15 minutos

Passa por: Ponte do Infante, Rua das Fontaínhas, Porto Portugal

A ponte foi inaugurada a 30 de março de 2003 na sequência de um projeto do engenheiro Adão da Fonseca. Foi construída para substituir a via do convés superior da Ponte D. Luís I, agora utilizada pela linha D do metro. Com deck de 371 metros de comprimento e 20 metros de largura, é uma ponte em arco do tipo Maillart, construída em grande altitude, apresentando uma relação vão-altura de 11,2, com vão de arco de 280 metros - um recorde mundial. É considerada pelos especialistas mundiais um dos mais elegantes de seu tipo. Liga a zona das Fontaínhas à Freguesia de Oliveira do Douro em Vila Nova de Gaia.

Passa por: Teatro Nacional São João, Praça da Batalha,, Porto 4000-102 Portugal

Este edifício clássico foi construído em 1910 sobre as ruínas do Teatro Real que incendiou em 1908. Com emblemas estilísticos que representam a dor, a qualidade, o ódio e o amor. A fachada principal inspira-se na sua renovação ao estilo de Luís XVI, típica dos primeiros anos do século XX, nomeadamente em França. Da autoria de Marques da Silva, é considerado um edifício de interesse público. Os seus principais objectivos foram a criação e apresentação de espectáculos teatrais, de vários géneros, e o fomento da melhor disponibilização pública de obras de teatro especializadas, clássicas e contemporâneas, abrangendo o repertório dramático nacional e internacional. Além do Teatro Nacional São João, sede, o prédio liga o Teatro Carlos Alberto ao mosteiro de São Bento da Vitória.



Informacion Adicional
"A confirmação será recebida no momento da reserva"
"Sem acessibilidade para cadeira de rodas"
"As crianças têm de estar acompanhadas por um adulto"
"São necessários pelo menos 2 participantes por reserva"
"Este é um passeio/actividade privado. Apenas o seu grupo irá participar"
"A hora de início poderá ser alterada por força das condições de trânsito locais."
"Acessível para carrinhos de bebê"
"Aceita animais de serviço"
"Perto de transporte público"
"Bebês devem permanecer no colo"
"A Portuk tem a certificação de empresa CLEAN & SAFE atribuída pelo TURISMO DE PORTUGAL, uma vez que implementámos um protocolo interno que, de acordo com as recomendações da Direcção-Geral da Saúde, garante a higiene necessária para evitar riscos de contágio. É nosso objetivo oferecer o máximo de confiança, bem como garantir o cumprimento dos requisitos promulgados para prevenção e controle da COVID-19. Segurança, qualidade e dedicação ao trabalho são pilares que sustentam o nosso serviço. Por isso, orgulhosamente exibimos o selo “CLEAN & SAFE“."
"A maioria dos viajantes está apta a participar"
"Esta experiência requer boas condições climáticas. Caso seja cancelada devido ao mau tempo, ofereceremos uma data diferente ou o reembolso integral."
"Esta excursão/atividade é particular. Apenas o seu grupo participará."
"Uso obrigatório de máscara pelos viajantes em áreas públicas"
"Uso obrigatório de máscara pelos guias em áreas públicas"
"Álcool em gel estará disponível para os viajantes e funcionários"
"Distanciamento social será obrigatório durante a experiência"
"Veículos de transporte serão desinfetados regularmente"
"Guias serão obrigados a lavar as mãos regularmente"
"Rotina de verificação de temperatura corporal de funcionários"



Duração: 2 Horas
Ponto de partida: Calçada de Vandoma, 4000 Porto, Portugal

Cancelamentos e reembolsos: Para receber um reembolso integral, cancele com até 24 horas de antecedência do início da experiência.

Incluído

  • Copo de Vinho do Porto
  • Guia/Condutor
  • Guia Local

Não Incluído

  • Gorjetas
  • Entrada nos Monumentos
  • Entrada - Paço Episcopal
  • Entrada - Igreja do Carmo
  • Entrada - Torre dos Clérigos
  • Entrada - Livraria Lello

Instalações

Atividades Similares


Este site usa cookies para obter dados estatísticos sobre a navegação de seus usuários. Se você continuar navegando, consideramos que você aceita seu uso. Mais informações em Políticas de privacidade